• Pinto Machado

AVIBRAS PEDE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

A Avibras Aeroespacial, principal fabricante brasileira de sistemas pesados para o mercado de Defesa, entrou ontem com pedido de recuperação judicial. Como consequência, a empresa demitiu 420 funcionários. O quadro remanescente de pessoal é agora de 900 pessoas.

Essa é a terceira vez que a empresa renegocia suas dívidas judicialmente. O procedimento foi adotado anteriormente em 1990 e em 2008. O valor da recuperação é estimado em R$ 570 milhões.

A Avibras produz o sistema lançador de foguetes e mísseis Astros-2020, veículos blindados e equipamentos eletrônicos de emprego militar. Além de atender às Forças Armadas do Brasil, exporta para países do Oriente Médio, Ásia e América Latina.

Segundo o advogado responsável por protocolar o pedido de recuperação da companhia, a pandemia foi a grande responsável pelo atual momento da empresa.

A empresa tentou segurar o máximo que pode para não demitir parte de seus 1,5 mil funcionários, porém isso não foi possível em 2022.

A companhia sofreu com a mudança de prioridade de países ao redor do mundo durante a crise sanitária. Com a proliferação do vírus, diversas nações diminuíram os gastos com a área de defesa e passaram a investir mais em saúde.


Fonte: CNN BRASIL





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo