• Pinto Machado

BRASKEM: VENDA DE PN PRECISA DE ACORDO COM PETROBRAS

A oferta de ações preferenciais da Braskem, uma operação com potencial aproximado de R$ 9 bilhões aos preços atuais, não está tão garantida para o curtíssimo quanto se pensa. As discussões estão avançadas, mas as últimas milhas dessa estrada ainda precisam ser percorridas. Para Novonor (ex-Odebrecht) e Petrobras venderem as preferenciais na B3 é preciso que haja um cronograma definido, com itens pré-aprovados, para todo o processo de evolução da governança da companhia e migração da petroquímica para o Novo Mercado.

E ainda faltam algumas definições entre as sócias, em especial pela parte da Petrobras, que oficialmente ainda não decidiu sequer se será também vendedora na potencial oferta de ações, ou não. Entre as questões está um novo acordo de acionistas, ainda que simples e transitório.


Fonte: EXAME





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo