• Pinto Machado

GRUPO WERLANG PEDE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Com 40 anos de atuação no agronegócio do Rio Grande do Sul, o Grupo Werlang pediu recuperação judicial. Ele abrange as empresas Agrosoja Sant’ana Comércio de Produtos Agrícolas, de Santana do Livramento, e Cereais Werlang, com sede em Ibirubá. O pedido já foi, inclusive, autorizado pela Justiça no dia 11 de fevereiro. Agora, a empresa terá um prazo de 60 dias para apresentação do plano de reestruturação.

Segundo comunicado dos produtores rurais Clóvis Antônio Werlang e Elaine Desconsi Werlang, a empresa enfrentava uma série de dificuldades financeiras nos últimos meses. A recuperação judicial visa construir uma proposta para saldar as dívidas com produtores, fornecedores e demais credores.

As unidades da empresa foram arrendadas. Segundo o Grupo Werlang, o objetivo é que gerem uma receita operacional mínima até que o processamento da recuperação judicial se conclua. O plano ainda precisará ser submetido à aprovação de credores em assembléia para que comece a ser executado.


Fonte: CONJUR





16 visualizações0 comentário