• Pinto Machado

PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO CRUZEIRO É DEFERIDO PELA JUSTIÇA


Foi deferido o pedido de recuperação judicial da associação do Cruzeiro. A medida busca a readequação da dívida do clube, que supera R$ 1 bilhão, de acordo com balanço divulgado neste ano.

A decisão definiu as administradoras judiciais para atuação em conjunto e coordenada dentro da associação: Acerbi Campagnaro Colnago Cabral Sociedade de Advogados e Credibilita Administração Judicial e Serviços.

Além disso, ficou determinado que a associação do Cruzeiro apresente as "contas demonstrativas mensais, enquanto perdurar o seu processo de recuperação judicial, sob pena de destituição dos seus administradores, e também a apresentação do Plano de Recuperação, no prazo de 60 dias, contados da publicação da decisão".

Ainda de acordo com a decisão judicial, "os credores legitimados a esta recuperação judicial têm o prazo de 15 dias para apresentarem de forma administrativa - para a Administração Judicial - suas habilitações e ou divergências quanto aos créditos relacionados".


Fonte: CRUZEIRO





2 visualizações0 comentário