• Pinto Machado

RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA ARTECOLA É ENCERRADA


A recuperação judicial da Artecola está encerrada. Foi decretado o encerramento do processo, depois de quase quatro anos e meio de tramitação. "Esta é mais uma importante etapa concluída. Sempre acreditamos na solidez e viabilidade do negócio químico, e na perpetuação da empresa. Tivemos a confiança de colaboradores, clientes, fornecedores e da comunidade para nos reorganizarmos e nos renovarmos, além de promover um grande aprendizado neste processo. A todos os nossos apoiadores, só temos a agradecer", afirma Eduardo Kunst, presidente executivo da empresa sediada em Campo Bom (RS).

O pedido de recuperação judicial foi protocolado em fevereiro de 2018. A decisão foi consequência da grave crise que se iniciou a partir de contratos com o governo federal assinados por uma das empresas que integrava a holding FXK Participações, da qual a Artecola faz parte. O não cumprimento do contrato pela contratante se refletiu na Artecola, que era fiadora e passou a ser acionada por credores. A situação desestruturou o planejamento financeiro da operação.

A aprovação do plano de recuperação ocorreu em outubro de 2019, com prazo de até 15 anos para saldar os pagamentos devidos. "Como previsto em lei, solicitamos o encerramento após 24 meses de cumprimento do plano, observando plenamente todos os procedimentos legais e formais para encerramento da recuperação judicial. A Artecola tem cumprido integralmente os compromissos assumidos e seguirá honrando o que está pactuado", enfatiza Kunst.


Fonte: AMANHÃ





0 visualização0 comentário