• Pinto Machado

RENOVA ENERGIA TENTA SE REERGUER

Em recuperação judicial desde outubro de 2019, a Renova Energia tenta virar a página de sua crise com a entrada em operação do parque eólico Alto Sertão III, na Bahia – única unidade eólica que ficou com a empresa após a venda de vários ativos para pagar dívidas no mercado.

Com capacidade para 432 megawatts (MW) – o suficiente para abastecer quase 1 milhão de residências, o parque vai gerar R$ 250 milhões de caixa (Ebtida) por ano. “Esse será o pilar para liquidar as dívidas da empresa”, diz o presidente da companhia, Marcelo Milliet.

Os testes do parque eólico começaram dia 12 de dezembro e espera-se para os próximos dias a liberação para a operação comercial.

No total, foram investidos R$ 2,5 bilhões no complexo que terá 155 aerogeradores e 208 quilômetros de linhas de transmissão, distribuídos em seis municípios da Bahia (Caetité, Igaporã, Pindaí, Licínio de Almeida, Riacho de Santana e Guanambi).

O projeto ficou paralisado durante cinco anos por problemas financeiros da empresa e foi retomado apenas em abril deste ano.


Fonte: MONEY TIMES





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo